Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘História do “Lapa Azul”’ Category

O Documentário Navalha – Um batalhão brasileiro na Linha Gótica recebeu o prêmio de Outstanding World War II Documentary Film no Normandie World War II International Film Festival.

Veja a lista de vencedores por categoria em: https://goo.gl/yK5my9

Normandie Laurels Winner!Normandie Final reslt

Anúncios

Read Full Post »

defyingNAVALHA – Um Batalhão Brasileiro na Linha Gótica

Read Full Post »

O documentário Navalha – Um Batalhão Brasileiro na Linha Gótica, é o representante brasileiro na seleção oficial do GI – Film Festival, em Washington D.C.

nav

Read Full Post »

firmo-2

Ontem (07/11/2016) nos deixou o veterano da FEB Firmo Gomes de Carvalho, ex-integrante do III Batalhão do 11º RI e protagonista dos filmes O “Lapa Azul” e “Batismo de Fogo”.  Foi um desses homens que fizeram a diferença quando a Humanidade mais precisou de soldados como ele: os “cães pastores” da civilização.

Como disse certa vez um veterano do Vietnã, um velho coronel da reserva:

A maioria das pessoas em nossa sociedade são ovelhas. Eles são criaturas produtivas, gentis, amáveis, que só machucam umas às outras por acidente. E então há os lobos, e os lobos alimentam-se das ovelhas sem perdão. E então há os cães pastores, e eu sou um cão pastor. Eu vivo para proteger o rebanho e confrontar o lobo. *

*Dave Grossman, Ten Cel, Ranger, Ph.D., Autor de “On Killing”

Read Full Post »

alessandria

Tropa do II Batalhão do 11º RI – coleção do veterano Elias José do Couto. (Foto gentilmente cedida por sua filha, Carmen Couto).

A maior parte das fotografias pessoais oriundas da campanha FEB, que não possuem indicação de data e local no verso, são de difícil localização temporal e geográfica. Contudo, um certo elemento presente em muitas dessas imagens (como na foto acima) nos permite saber exatamente o local e o período aproximado em que muitas delas foram obtidas.

Terminada a guerra na Itália e o curto período de ocupação empreendido pela FEB, o 11º Regimento de Infantaria acantonou em um antigo quartel do Exército italiano, chamado pelos brasileiros de Caserna Cabaneta, em Il Christo, nas vizinhanças de Alessandria. O S/3 do regimento registrou o estado deplorável das instalações:

 muito bombardeado, sem água, sem luz, esgotos defeituosos e paredes e janelas e telhados em mau estado. Aí íamos permanecer quarenta dias“.[1]

Neste local foram tiradas muitas fotografias pelos integrantes do regimento mineiro, facilmente identificadas pelo muro que circunda as instalações, e que podem ser datadas, com boa precisão, entre os dias 5 de maio e 19 de junho de 1945. (vide as anotações do diário do Major Ruy de Oliveira Fonseca).[2]

alessandria

Missa campal em Caserna Cabaneta, com o muro visível ao fundo. (Coleção pessoal do Major Ivan Esteves Alves).

FEB 1

Outra foto, de uma tropa desconhecida, onde o muro do aquartelamento aparece com nitidez. (foto gentilmente cedida por Zenaide Duboc).


[1] ALMEIDA, Adhemar Rivermar de. Montese: marco glorioso de uma trajetória. Bibliex, 1985.  p. 176.

[2] FONSECA, Ruy de Oliveira. Uma Face da Glória: reminiscências e diário de campanha. Ágora da Ilha, 2002. pp. 197-210.

Read Full Post »

WWII Brazil

Revista WWII Brazil Nº 02 disponível para download em: https://issuu.com/rlartes/docs/revista_wwii_brazil_02

Read Full Post »

ufs

Download da revista neste link

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: