Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘História do “Lapa Azul”’ Category

Após percorrer o circuito internacional de festivais de cinema, o documentário Navalha – Um Batalhão Brasileiro na Linha Gótica entra em cartaz nesta semana na televisão brasileira. A exibição será por VOD (video on demand) nos locais indicados a seguir (no Looke, a obra tem previsão de estreia em 1/11).
44525063_2134157660184698_6275600861938843648_n

Recepção popular aos integrantes do 6º RI na cidade de São Paulo (1945)

Ao contrário da regra no mercado audiovisual, esta modesta produção foi concretizada sem um único centavo oriundo da Lei Rouanet ou leis estaduais e municipais de apoio à Cultura. Também inexistiu qualquer aporte financeiro institucional ou empresarial. Apesar de todas as dificuldades inerentes à uma produção independente do gênero, ela foi vitoriosa no mais consagrado festival internacional de filmes militares: o GI Film Festival, em Washington D.C.
O “Navalha” só foi possível graças ao apoio de uma legião de amigos e de admiradores da memória da FEB. Em nome dos veteranos da FEB, aos quais esta obra é dedicada, deixamos o nosso sincero agradecimento a todos vocês.
Agradecemos a divulgação do lançamento da obra nas redes sociais, via nosso websitehttps://www.navalhadoc.com/ e nossa página no Facebook: @navaiadoc

Navalha Poster I Red.jpg

 

NETNOWYWamvudisponivel-no-google-play-logo-android-2lookeitunes-logo

Anúncios

Read Full Post »

O Documentário Navalha – Um batalhão brasileiro na Linha Gótica recebeu o prêmio de Outstanding World War II Documentary Film no Normandie World War II International Film Festival.

Veja a lista de vencedores por categoria em: https://goo.gl/yK5my9

Normandie Laurels Winner!Normandie Final reslt

Read Full Post »

defyingNAVALHA – Um Batalhão Brasileiro na Linha Gótica

Read Full Post »

O documentário Navalha – Um Batalhão Brasileiro na Linha Gótica, é o representante brasileiro na seleção oficial do GI – Film Festival, em Washington D.C.

nav

Read Full Post »

firmo-2

Ontem (07/11/2016) nos deixou o veterano da FEB Firmo Gomes de Carvalho, ex-integrante do III Batalhão do 11º RI e protagonista dos filmes O “Lapa Azul” e “Batismo de Fogo”.  Foi um desses homens que fizeram a diferença quando a Humanidade mais precisou de soldados como ele: os “cães pastores” da civilização.

Como disse certa vez um veterano do Vietnã, um velho coronel da reserva:

A maioria das pessoas em nossa sociedade são ovelhas. Eles são criaturas produtivas, gentis, amáveis, que só machucam umas às outras por acidente. E então há os lobos, e os lobos alimentam-se das ovelhas sem perdão. E então há os cães pastores, e eu sou um cão pastor. Eu vivo para proteger o rebanho e confrontar o lobo. *

*Dave Grossman, Ten Cel, Ranger, Ph.D., Autor de “On Killing”

Read Full Post »

alessandria

Tropa do II Batalhão do 11º RI – coleção do veterano Elias José do Couto. (Foto gentilmente cedida por sua filha, Carmen Couto).

A maior parte das fotografias pessoais oriundas da campanha FEB, que não possuem indicação de data e local no verso, são de difícil localização temporal e geográfica. Contudo, um certo elemento presente em muitas dessas imagens (como na foto acima) nos permite saber exatamente o local e o período aproximado em que muitas delas foram obtidas.

Terminada a guerra na Itália e o curto período de ocupação empreendido pela FEB, o 11º Regimento de Infantaria acantonou em um antigo quartel do Exército italiano, chamado pelos brasileiros de Caserna Cabaneta, em Il Christo, nas vizinhanças de Alessandria. O S/3 do regimento registrou o estado deplorável das instalações:

 muito bombardeado, sem água, sem luz, esgotos defeituosos e paredes e janelas e telhados em mau estado. Aí íamos permanecer quarenta dias“.[1]

Neste local foram tiradas muitas fotografias pelos integrantes do regimento mineiro, facilmente identificadas pelo muro que circunda as instalações, e que podem ser datadas, com boa precisão, entre os dias 5 de maio e 19 de junho de 1945. (vide as anotações do diário do Major Ruy de Oliveira Fonseca).[2]

alessandria

Missa campal em Caserna Cabaneta, com o muro visível ao fundo. (Coleção pessoal do Major Ivan Esteves Alves).

FEB 1

Outra foto, de uma tropa desconhecida, onde o muro do aquartelamento aparece com nitidez. (foto gentilmente cedida por Zenaide Duboc).


[1] ALMEIDA, Adhemar Rivermar de. Montese: marco glorioso de uma trajetória. Bibliex, 1985.  p. 176.

[2] FONSECA, Ruy de Oliveira. Uma Face da Glória: reminiscências e diário de campanha. Ágora da Ilha, 2002. pp. 197-210.

Read Full Post »

WWII Brazil

Revista WWII Brazil Nº 02 disponível para download em: https://issuu.com/rlartes/docs/revista_wwii_brazil_02

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: